sexta-feira, 19 de agosto de 2011

Check-up é aliado no diagnóstico precoce de doenças

As opções de produtos para a beleza dos homens estão fazendo com que eles passem a cuidar mais da pele e dos cabelos, mas a saúde não pode ser deixada de lado. Apesar de estarmos no século 21, ainda há homens que evitam consultar um médico por medo dos exames ou do diagnóstico de alguma doença. Mas a negligência, o fator biológico e hábitos prejudiciais podem agravar uma doença e levar à morte.


As principais causas de óbitos entre homens são as doenças cardiovasculares, câncer de próstata, pulmão, cólon e reto. Segundo Rita de Cássia Salhani Ferrari, médica pesquisadora do laboratório Apsen, a única forma de detectar precocemente alguma doença é com o check-up, que deve ser feito anualmente após completar 40 anos.

"Muitos homens procuram um médico apenas quando os sintomas aparecem. Esta dificuldade em realizar os exames preventivos ocorre devido ao preconceito, mas essa cultura está diminuindo nos últimos anos", explica Rita.

O check-up é ainda mais necessário com a forma de vida dos dias atuais, já que a correria diária, o estresse e o sedentarismo estão cada vez mais presentes e exigem cuidados com a saúde redobrados. Segundo a última pesquisa do IBGE, 60% dos adultos estão acima do peso, o que aumenta os casos de diabetes, infartos e derrames. No caso dos homens, a gordura concentra-se no abdômen, dando a eles a famosa e perigosa "barriguinha de chope".

Além do excesso de peso, hipertensão e aumento de colesterol são fatores de risco das doenças do coração. A médica orienta que para evitar os problemas cardiovasculares o indicado é praticar atividades físicas, que irão promover a perda de gordura. Emagrecendo, o paciente vai registrar uma redução na pressão arterial, nas taxas de glicemia e colesterol ruim.

Câncer de Próstata

No Brasil, o câncer de próstata a maior causa de morte entre homens provocada por câncer. Como nos primeiros estágios a doença não apresenta sintomas, o principal diagnóstico da patologia é através do exame de toque, alvo de preconceito, mas que hoje é feito de forma rápida e indolor.

A causa da doença ainda é desconhecida, mas casos na família, má alimentação e tabagismo predispõe o surgimento do câncer. As ocorrências da doença são mais comuns em homens com mais de 50 anos. Se o diagnóstico for precoce, as chances de cura chegam a 90%. O tratamento pode ser feito com cirurgia ou radioterapia, mas leva em conta o tamanho do tumor e condições de saúde do paciente.

Câncer de Pulmão

Estatísticas indicam que cerca de 90% dos casos de câncer de pulmão têm relação com o tabagismo, mas a exposição a metais pesados, como cromo, níquel, cádmio, fibras de amianto e radiação, além do fator genético, também podem provocar a patologia. Os sintomas mais comuns são tosse e sangramento pela boca e nariz. Pneumonia repetida também pode ser uma apresentação inicial da doença.

Para detectar a doença, o médico deve realizar um raio-X do tórax, seguido por uma tomografia computadorizada e uma broncoscopia. Como em outras doenças, o tratamento adequado é decidido após a avaliação do estágio do câncer e o diagnóstico precoce aumenta as chances de cura.

Câncer de Testículo

Atualmente, o câncer de testículo é o mais comum em homens entre 20 e 40 anos. Esta patologia prova que os jovens também podem desenvolver tumores e já representa 1% dos casos de câncer. A doença foi uma das mais mortais, pois o tumor dobra de tamanho a cada 20 dias sem cuidados médicos, mas a evolução nos exames de imagem e no tratamento tornou raros os casos de morte. Para evitar o diagnóstico tardio o homem deve ter o costume de tocar o próprio corpo para identificar caroços de massa que indiquem o câncer.

A doença ocorre em apenas um dos testículos e o homem não fica impotente após a cura. Se o tratamento indicar a retirada do testículo com a patologia, a testosterona, responsável pelo desejo sexual, e os espermatozóides continuarão a ser produzidos com o outro. Já no caso da retirada dos dois testículos, o paciente receberá o hormônio em tratamentos de reposição, mas não vai mais produzir espermatozóides.

Fonte: HomemCorpus

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...