segunda-feira, 30 de maio de 2011

Malhando no frio

Muitas vezes o frio acaba sendo uma desculpa para não malhar. Acordar cedo ou simplesmente sair de casa com a temperatura baixa é sempre uma tortura, mas há seus benefícios e cuidados para se exercitar nessa época.


As mudanças fisiológicas geradas pelo frio podem potencializar os exercícios realizados e aumentar os efeitos. Isso acontece porque com a temperatura mais baixa, o corpo acaba queimando mais calorias para manter e aumentar seu próprio calor.

Com exercícios leves é possível ainda sentir frio e ter tremores. Já com os exercícios de intensidade maior, que geram um aquecimento mais elevado do corpo, vão gerar uma queima grande de carboidrato, sendo muito importante a reposição com uma alimentação balanceada.
Devido a esse aceleramento do metabolismo, essa é uma ótima época para quem quer diminuir o peso ou queimar gordura.

Porém partindo do repouso, em temperaturas mais baixas, os músculos demoram um tempo para atingir uma temperatura ideal para a realização dos exercícios, gerando com isso um maior risco de lesões musculares. Desta maneira, torna-se fundamental uma atenção diferenciada para se aquecer e alongar.

Veja alguns pontos importantes para se exercitar nessa época:

Use roupas leves como calças e casacos de moletom.
Blusas impermeáveis, como jaqueta de nylon são desaconselhadas.
Nunca cubra o corpo com filme plástico com a intenção de queimar mais gordura. Poderá assim desidratar o corpo.
Não arranque a blusa após os exercícios, pois isso pode causar um resfriado ou até mesmo choque térmico.
Aumente o tempo destinado ao aquecimento e busque manter a mesma freqüência cardíaca no frio do que do calor são bons parâmetros para se exercitar em temperaturas baixas sem grandes problemas.

Mônica Francesco

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...