terça-feira, 29 de março de 2011

Ortorexia: uma doença enganadora

Possivelmente, você não sabe o que significa ortorexia. Mas certamente já ouviu algum caso de pessoas com comportamentos obsessivos numa busca constante por alimentos e práticas saudáveis. Pessoas com esse tipo de distúrbio e ainda pouco estudado são chamadas de ortoréxicos. A idealização de um corpo perfeito, origem de outros transtornos alimentares, pode levar o indivíduo que apresenta sintomas de ortorexia a desenvolver em casos mais graves, outros distúrbios.

O ortoréxico se torna obsessivo quanto aos padrões daquilo que come. No entanto, ao contrário da anorexia ou bulimia, permite-se comer, mas fica tão obcecado com o que come que todos os seus pensamentos ficam ocupados com a dieta. 

Apenas alimentos saudáveis são aceitam pelos ortoréxicos e eles avaliam com profundidade o conteúdo nutricional de cada elemento que ingerem. Calorias, vitaminas e minerais tornam-se o foco da comida e qualquer coisa que contenha o mínimo vestígio do que está na lista do “não é permitido” é rapidamente descartado do seu plano alimentar. 

Os ortoréxicos podem ficar seriamente afetados e a comunicação em casa pode sofrer com isso. Eles podem começar a se isolar do seu convívio social e tornar-se distante à medida que se vai fixando cada vez mais nas suas regras dietéticas. 

Para alguns, a capacidade de trabalhar ou estudar tende a diminuir, à medida que a sua mente se ocupa cada vez mais com a sua dieta e com os alimentos que são permitidos, como articulá-los no seu dia-a-dia, quantas vezes se devem mastigar, etc. Há tantos fatores que envolvem estes transtornos alimentares que os pensamentos podem ficar totalmente ocupados, deixando a mente incapaz de desenvolver outras ideias. 

Embora o distúrbio seja ainda uma novidade para muitos, o Centro Nacional para Distúrbios Alimentares britânico (NCFED na sigla inglesa) recebe mais de 6.000 ligações e e-mails por ano de pessoas que sofrem de ortorexia. Naquele país, calcula-se que uma em cada dez mulheres e um em cada 20 homens sofra de ortorexia, seduzidos por dietas falsamente saudáveis recomendadas em revistas e internet. No Brasil não há estatísticas envolvendo a doença.

Obter ajuda e Tratamento


Como muitos transtornos alimentares, a ajuda de uma equipe multidisciplinar é indispensável, uma vez que, as causas que contribuíram para o desenvolvimento da desordem precisarão tanto de tratamento nutricional, quanto psicológico, e, muitas das vezes, a utilização de medicamento, que deverão ser prescritos por um médico. 

Fonte: Saude Plena, Homemcorpus

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...